Menu

PB: empresário que apostou nas plataformas digitais registra índice crescente nas vendas

  • 08/02/2021 às 11:50
PB: empresário que apostou nas plataformas digitais registra índice crescente nas vendas
Faturamento aumentou expressivamente depois que Paulo Henrique Rodrigues de Souza implantou o e-commerce

A nona edição da pesquisa “o impacto da pandemia do coronavírus nos pequenos negócios”, feita pelo Sebrae e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), apontou que, no país, a Paraíba ficou em terceiro lugar entre os estados em que os micro e pequenos empreendedores mais utilizam as mídias digitais para realizar vendas, 77%. Após quase seis anos no mercado de joias e semijoias em João Pessoa, o empreendedor Paulo Henrique Rodrigues de Souza, em meio à pandemia, apostou no sistema de atendimento on-line e obteve resultados expressivos.

“Antes da pandemia, as plataformas digitais que utilizávamos era, prioritariamente, institucional, mais voltado para divulgação do que para vender. Mas, durante a pandemia, fomos obrigados a mudar. Quando fechou o comércio começamos a vender pelo WhatsApp. Nos meses de maio e junho, nossas vendas foram 100% pelas redes sociais. Hoje, nosso faturamento aumentou bastante por conta desse trabalho que foi feito”, disse o empresário da Primazia Joias.

Henrique ainda reforçou que observando esse crescimento da demanda pela internet fez contato com uma empresa especializada em desenvolvimento de sistemas, locação de softwares, comunicação digital e aplicativos, com objetivo de implantar um sistema de relacionamento e vendas pelo site da empresa.

“Com a orientação da PBSoft, o nosso site passou de institucional para e-commerce e, assim, nossas vendas aumentaram bastante, utilizando todas as plataformas digitais de maneira coesa para isso, o que não acontecia antes. Hoje, o nosso faturamento cresceu muito por conta desse investimento no trabalho que realizamos”, considerou.    



Postado em:
E-commerce